Subscribe Us

Header Ads

Titãs no Canecão em 1993

É com muito prazer olímpico que vamos resenhar sobre uma das bandas do rock brazuca mais bem sucedidas e premiadas ainda na ativa e sem pretensão alguma de pendurar as guitarras! 

Esses caras já venderam mais de 6 milhões de álbuns em sua carreira, além de ter feito parcerias com vários artistas brasileiros e internacionais, foram agraciados com um Grammy Latino, Troféu Imprensa de melhor banda por 4 vezes e uma legião de fãs muito maior que a torcida do Flamengo: Titãs

Trago hoje um dos álbuns mais emblemáticos da carreira destes caras, Titanomaquia que, segundo a mitologia grega traduzida seria: a guerra entre os Titãs, liderados por Cronos, e os Deuses Olímpicos, liderados por Zeus, onde Zeus derrotou Cronos depois de uma luta que durou dez anos pela soberania do universo. 

Coloca no talo aí que essa guerra dura até hoje nas caixas de som meu amigo. E, justamente na turnê deste álbum, eu pude conferir um dos melhores shows dos Titãs no extinto Canecão, no Rio de Janeiroem setembro de 1993, onde foram aclamados pelos fãs assim que os vocais de Sérgio Britto ecoavam em Será que é Isso que eu Necessito?

Porrada, Massacre e a pesadíssima Agonizando deixaram o Canecão ciente que os Titãs deixaram o "IÊ, IÊ, IÊ" num passado distante e arregaçavam nossos ouvidos com essas pedradas logo de início. Flores, Estado Violência, Polícia, Bichos Escrotos... o que dizer? É show dos Titãs meu amigo, nem o Olimpo fica parado; Zeus e geral batendo cabeça quando começa Estados Alterados da Mente com a voz de Branco Mello escabrosa, macabra citando: "...movimentos involuntáriooooos, estímulos elétricos, tempestades mentais...". 

É ou não é memorável? Confesso que já estava feliz por ter ouvido tantos clássicos, pagou meu ingresso por 10 gerações por ser brindado com as pedradas do novo Titanomaquia, mas Taxidermia e Disneylandia meu amigo leitor, sacramentavam nossos ídolos como a melhor banda de rock do Brasil! 

Essas duas faixas são literalmente "lisérgicas"! A eterna Homem Primata veio pra dizer que nenhum crítico pode mudar a história que estava sendo escrita ali no palco do saudoso Canecão de tantos shows clássicos e até hoje, seja em CD ou Vinil, Titanomaquia é um álbum obrigatório na discografia de todo o roqueiro brasileiro seja no Natal ou Carnaval. 

E pra você que discorda de minhas humildes palavras: SAIA DE MIM!



Postar um comentário

0 Comentários