Subscribe Us

Header Ads

Eu gostaria de estar presente neste ao vivo: Jaco Pastorius

Da série: Eu gostaria de estar presente neste ao vivo!

Vou abordar em breves resenhas, alguns shows de músicos maravilhosos que gostaríamos de ter assistido. Como baixista que sou, não poderia deixar de resenhar sobre a importância histórica e musical do grande Jaco Pastorius. Enjoy!


Jaco Pastorius
, ou John Francis Anthony Pastorius III, foi uma lenda do contrabaixo jazzístico e infelizmente nos deixou em 1987.

Além das influências clássicas do jazz, Jaco tinha uma sonoridade única ao vivo, já que em suas apresentações o “feeling”, a técnica apurada e a espontaneidade eram, sem dúvida, o resumo de sua personalidade musical, inspirando e influenciando músicos como Flea (RHCP) e Robert Trujillo (Metallica) além de muitos outros.

Passeava por estilos que iam da música latina ao funk, incorporados em sua banda e, a exemplo disso, podemos citar o festival de Jazz em Montreaux no ano de 1982, onde seus músicos tinham liberdade para improvisar nos seus respectivos instrumentos. Assim, Pastorius podia atuar como apenas um coadjuvante marcando o ritmo com a percussão. 

O mais interessante disso é que, apesar de esbravejar para todos que era o melhor baixista do mundo, Jaco Pastorius musicalmente falando, se mostrava generoso ao vivo com sua banda, já que em um festival deste nível, assistimos a uma apresentação “swingada”, com muito balanço e aliado à técnica do jazz, que me fez querer voltar no tempo e estar lá!

Ao vivo e nas gravações, optava sutilmente por alguns efeitos sendo eles, os mais utilizados “flanger” e “chorus”, abrilhantando o som do baixo.

Podemos dizer que depois de Jaco, o contrabaixo não seria mais o mesmo, tal qual Hendrix foi para a guitarra. Seria um sonho assistir aos dois no mesmo palco!

Jaco usava um baixo Fender Jazz Bass 62 que foi roubado em 1986, mas recentemente foi recuperado pelo baixista Robert Trujillo, que ainda está com o instrumento e com toda certeza, o guarda com a máxima segurança!

O fim de John Francis Anthony Pastorius III começou em 11 de setembro de 1987. Depois do show de Carlos Santana em uma noite de bebedeira, culminou na briga de bar com um segurança após sua conhecida atitude arrogante, sendo hospitalizado às pressas e sucumbindo após um trauma no crânio.

É... talvez em algum lugar, Jaco e Hendrix estejam fazendo um dos melhores “ao vivo” que muitos fãs desejariam assistir.

Jaco Pastorius Band
(Ao vivo em Montreal - 1982)

Baixo – Jaco Pastorius
Bateria – Peter Erskine
Tambores – Othello Molineaux
Percussão – Don Alias
Saxofone & baixo clarinete – Bobby Mintzer
Trompete – Randy Brecker

Postar um comentário

0 Comentários